Navigation

apoios-header

 

Outsystems

 

MaxData-Healthcare Solutions

 

Instituto Superior Técnico
 

Computação Móvel e Ubíqua

PDF

Motivação e Objetivos

A computação móvel e ubíqua é uma área com um impacto notório na sociedade. Tal impacto é uma consequência direta da crescente utilização de smartphones, tablets, e outros dispositivos móveis para aceder a informação e serviços, bem como de sensores para monitorizar a envolvente humana no dia a dia. Este contexto resulta, por um lado, da rápida evolução na área da computação móvel e das redes sem fios. Por outro, reforça o seu contínuo avanço para melhorar desempenho e suportar novos serviços e aplicações, abrindo novas oportunidades e imensos desafios de natureza técnica, tais como ao nível de arquiteturas, gestão de energia, middleware, interfaces, ou sistemas operativos.

De facto, tais desafios têm estimulado uma consolidação da área de Computação Móvel e Ubíqua no panorama da investigação nacional e internacional. Para tal, contribui um conjunto de atividades e publicações de referência suportados por organizações internacionais de renome como a ACM e o IEEE, em particular conferências como Mobicom, Mobisys, Ubicomp, ou MobileHCI, revistas como Transactions on Mobile Computing ou IEEE Pervasive Computing, e grupos de interesse como SIGMOBILE.

Esta sessão tem como objectivo ser o ponto de encontro de todas as pessoas que em Portugal, no mundo académico, em empresas ou outras instituições, estejam interessadas em apresentar os seus trabalhos e trocar ideias na área da computação móvel. É fortemente incentivada a participação de jovens investigadores que buscam a divulgação, a crítica construtiva e o encorajamento ao seu trabalho.

No contexto nacional existem vários grupos de investigação que abordam os desafios subjacentes aos tópicos em causa. Além disso, esta área é também extremamente relevante ao nível lectivo sendo os tópicos em causa leccionados em grande parte das Universidade portuguesas que oferecem cursos na área da Engenharia Informática. É ainda de notar que existem em Portugal algumas empresas na área da computação móvel que são os naturais destinatários dos alunos formados nas Universidades com conhecimentos nas matérias em causa.

O evento que aqui se propõe continua as atividades na área iniciadas em 2006 com a 1ª Conferência sobre Sistemas Móveis e Ubíquos (CSMU). Na linha desta conferência, ocorreu posteriormente um encontro em 2007 e sessões em todas as edições do INForum (2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, e 2015).

Tópicos de Interesse

A sessão INForum CMU procura submissões de artigos (em português ou inglês) na área da Computação Móvel e Ubíqua no seu sentido abrangente, descrita, de forma não exaustiva, pela seguinte lista de tópicos:

(em inglês):

  • Design, implementation, and evaluation of mobile systems
  • OS and middleware for mobile and pervasive computing
  • Middleware and service architectures for mobile applications
  • Operating systems for resource-constrained mobile devices
  • System-level energy management for mobile devices
  • Cyber foraging and resource discovery for mobile services
  • Mobile and ad-hoc networking
  • Sensor networks
  • RFID applications and systems
  • Mobile applications
  • Data replication, consistency, migration and dissemination in mobile environments
  • Data access in mobile environments
  • User interfaces and usability issues for mobile applications
  • Wearable and handheld devices in the context of system design
  • Support for mobile social networking
  • Context-awareness and location based mobile systems
  • QoS and security in mobile systems
  • Participatory sensing
  • Vehicular wireless systems
  • Tools for building and measuring mobile systems

(em português):

  • Conceção, implementação e avaliação de sistemas móveis
  • Sistemas operativos e middleware de computação móvel
  • Suporte de middleware e arquiteturas de serviços para aplicações móveis
  • Suporte à gestão de recursos e energia em dispositivos móveis
  • Descoberta de recursos em ambiente móvel
  • Redes móveis e ad-hoc
  • Redes de sensores
  • Aplicações móveis
  • Aplicações e sistemas RFID, e afins
  • Replicação, difusão e coerência de dados em ambientes móveis
  • Acesso a dados em ambientes móveis
  • Gestão de interfaces e usabilidade em aplicações móveis
  • Dispositivos "wearable" e "handheld" no contexto do desenho de sistemas
  • Suporte a sistemas de redes sociais
  • Sistemas de localização e de adaptação ao contexto
  • Qualidade de serviço e segurança em sistemas móveis
  • Sensoriamento participado
  • Sistemas móveis para redes veiculares
  • Ferramentas para desenvolvimento e avaliação de sistemas móveis

Comissão de Programa

  • Adriano Moreira, Univ. Minho
  • Ana Aguiar, Univ. do Porto
  • Ana Paula Afonso, Univ. de Lisboa
  • António Coelho, Univ. do Porto
  • Carlos Baquero, Univ. Minho
  • Dulce Domingues, Univ. de Lisboa
  • Filipe Pacheco, ISEP
  • Frutuoso Silva, Univ. Beira Interior
  • Hugo Miranda, Univ. Lisboa
  • João Barreto, Univ. Lisboa
  • Jorge Sá Silva, Univ. Coimbra
  • Nuno Cruz, IPL
  • Nuno Santos, Univ. Lisboa
  • Paulo Ferreira, Univ. Lisboa
  • Pedro Araújo, Univ. Beira Interior
  • Pedro Brandão, Univ. Porto
  • Rui José, Univ. Minho
  • Rui Prior, Univ. Porto
  • Sérgio Duarte, Univ. Nova Lisboa
  • Susana Sargento, Univ. Aveiro
  • Teresa Romão, Univ. Nova Lisboa
  
Acções do Documento
Sections